Arquidiocese de Salvador

Veja a homilia da Missa do Galo na Catedral Basílica de Salvador

Catedral Metropolitana – Salvador

Natal de 2019 – 24.12.19 – 18h

Dom Murilo S.R. Krieger, scj

Arcebispo de São Salvador da Bahia

 

Na noite de Natal de 1223, em Greccio (Itália), São Francisco de Assis fez um presépio – o primeiro da história. Era a representação do estábulo de Belém e das figuras que participaram do nascimento de Jesus. Desde então, os presépios tomaram conta dos lares e do mundo.

Esta nossa celebração transforma nossa Catedral num imenso presépio.

Não é possível imaginar um presépio sem um menino, sem uma criança. O profeta Isaías   nos garante: “Nasceu para nós um menino, foi-nos dado um filho”.

Não é possível imaginar um presépio sem uma mãe. Diz o evangelista Lucas que “Maria deu à luz o seu filho primogênito… o enfaixou e o colocou na manjedoura.”

Não é possível imaginar um presépio sem pastores. Hoje, nesta noite, nós é que somos os pastores. Como eles, vamos ao presépio.

Não é possível imaginar um presépio sem anjos. O anúncio que fazem é para nós: “Hoje nasceu para vós um Salvador, que é o Cristo Senhor!”

Como os pastores, vamos à gruta. O que vemos? A quem vemos? Uma criança que nasce. Aqui estamos para adorá-la.

Quando nasce uma criança, os que vão visitá-la costumam levar-lhe presentes. O que temos para oferecer ao Menino que nos é dado?

Poderemos oferecer-lhe o ano que está terminando, com suas conquistas e fracassos, com suas dores e alegrias. Temos o coração ferido por muitos problemas. Temos o desejo de ser melhores.

Mas, olhando bem, não somos nós que damos presentes. Ele que nos é dado como presente pelo Pai. É o que nos garante Paulo na Carta a Tito: “a graça de Deus se manifestou trazendo a salvação para todos os homens”.

Tem aumentado o número de pessoas que querem viver essa festa do Natal de maneira cristã e, por isso, se perguntam? O que significa vier o natal hoje? Como vivê-lo?

Perguntemos ao profeta Isaías (que viveu uns 600-700 anos AC). Viveu num período difícil da História de Israel: os líderes, em vez de confiar em Deus, buscavam proteção nos povos vizinhos. Isaías traz sua palavra de esperança:

  • no meio das trevas há uma grande luz;
  • o Senhor fez crescer a alegria no meio de seu povo;
  • um menino nasceu para nós;
  • seu reino será de paz.

Perguntemos ao apóstolo Paulo: como viver o Natal hoje?

  • Deus se manifestou a nós
  • É preciso abandonar a impiedade e as paixões mundanas e viver com equilíbrio, justiça e piedade
  • Deus quer formar, por meio de Cristo, um povo que lhe pertença e se dedique a praticar o bem.

Perguntemos ao evangelista Lucas:  como viver o Natal, hoje? Ele vai nos falar de contrastes:

  • um grande recenseamento – um humilde nascimento
  • uma grande alegria – uma humilde manjedoura
  • uma grande manifestação de Deus – o medo da parte dos pastores.
  • “Eu vos anuncio uma grande alegria!”

O que significa, então, viver o Natal, hoje?

– O Pai nos dá um dom: seu Filho (não podemos ficar indiferentes, nem tristes, nem abatidos). O Filho nos é dado como Salvador: é preciso

  • acolhê-lo; isto é, mudar de vida;
  • viver como Ele viveu;
  • descobrir, como Ele, a vontade do Pai;
  • acolher os irmãos (perdão)
  1. Enfim, como os pastores, somos chamados a sair louvando e glorificando a Deus.

 

O post Veja a homilia da Missa do Galo na Catedral Basílica de Salvador apareceu primeiro em Arquidiocese de São Salvador da Bahia.


Fonte: Noticias da Arquidiocese de Salvador

Artigos relacionados