Arquidiocese de Salvador

Galeota Gratidão do Povo foi abençoada por Dom Murilo após Missa pelo Dia do Marinheiro

Galeota já está pronta para ir ao mar

A tradicional embarcação que conduz a imagem do Senhor Bom Jesus dos Navegantes pelas águas da Baía de Todos os Santos, nos dias 31 de dezembro e  1º de janeiro, está completamente restaurada e foi apresentada à comunidade na manhã desta quarta-feira, 4, pelo Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, que também abençoou a embarcação. . “Essa galeota lembra, também, a passagem do Cristo em nossa vida. Ele também é um navegante. Que a gente saiba acolhê-lo em qualquer porto que Ele procurar nos encontrar”, disse Dom Murilo.

Para o Arcebispo, a galeota é um simbolismo forte que remete ao passado e ao futuro. “Eu vejo como muito senso de responsabilidade quando a Marinha nos disse que não poderíamos navegar do jeito que a galeota estava, afinal são vidas humanas que ali estão; e ao mesmo tempo mostrar que nós temos que unir as forças. Eu fico sempre tocado quando lembro que, há quase 130 anos, o povo na sua simplicidade uniu forças, fez sacrifícios, deu a sua colaboração para construí-la. Agora nós nos voltamos, fazendo campanhas, que ainda continuam, pois nós temos que pagar o empréstimo, para recuperá-la”, completou.

Antes de abençoar a embarcação, Dom Murilo presidiu a Missa pelo Dia do Marinheiro, na Matriz da Paróquia Nossa Senhora da Boa Viagem, concelebrada pelo diretor da Fundação Dom Avelar Brandão Vilela, padre Aderbal Galvão de Sousa; pelo pároco da Boa Viagem, padre Davi Oliveira dos Santos; e pelo capelão da Marinha, padre Érico Pitágoras.

Durante a homilia, o Arcebispo falou sobre a missão dos homens que se colocam à disposição para navegar. “Falar em marinheiro é falar em navegar. A nossa vida é um navegar, estamos sempre navegando, saindo de um lugar para outro. Parece que a humanidade está sempre descontente, mas não é isso. Faz parte da nossa vida querer conhecer outros povos, outros horizontes, sempre em busca de alguma coisa bem concreta. Nós navegamos porque sonhamos”, disse.

A Galeota

A tradicional embarcação, que desde 1892 conduz a imagem do Senhor Bom Jesus dos Navegantes, foi impedida de ir ao mar, pela primeira vez em 2018, devido ao alto risco de navegação por estar com as estruturas comprometidas. Para que a embarcação possa voltar a participar dos festejos, foi montada a Comissão Especial para Restauro da Galeota, que contraiu um empréstimo e deu início ao processo de restauro que foi concluído no fim do mês de novembro. Contudo, a campanha para arrecadar recursos e, com isso, sanar o empréstimo continua.

A campanha está focada em doação financeira, de qualquer valor, a partir de um centavo (R$0,01), incentivada com a entrega de um certificado denominado “Preito de Gratidão”. As doações serão feitas em nome da Fundação Dom Avelar nos seguintes bancos: Caixa Econômica Federal – Agência: 1032; Operação: 003; Conta Corrente: 2476-9 / Banco Bradesco – Agência: 3072; Conta Corrente: 8583-9 / Banco do Brasil – Agência: 2967-X; Conta Corrente: 10-8. Quem desejar poderá utilizar o PayPal no site www.gratidaodopovo.com.br

Fotos: Emilly Lima





































O post Galeota Gratidão do Povo foi abençoada por Dom Murilo após Missa pelo Dia do Marinheiro apareceu primeiro em Arquidiocese de São Salvador da Bahia.


Fonte: Noticias da Arquidiocese de Salvador

Artigos relacionados