Arquidiocese de Salvador

Documentos históricos da Arquidiocese de Salvador podem ser conferidos em livro organizado por Dom Murilo

Livro foi lançado no Instituto Feminino da Bahia

A noite desta quinta-feira (28) foi especial para a Arquidiocese de Salvador. Na ocasião, o Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, lançou o livro “Documentos de fundação e outros registros da Arquidiocese de São Salvador da Bahia Sede Primacial do Brasil”. O evento aconteceu no Instituto Feminino da Bahia e contou com as presenças de padres, diáconos, religiosos, leigos, autoridades civis e militares.

Além de Dom Murilo, a mesa para apresentação do livro foi composta pelo representante do Governador da Bahia, Rafael Dantas; pelo magnífico reitor da Universidade Católica do Salvador (UCSal), padre Maurício da Silva Ferreira; pelo diretor do Museu de Arte Sacra da Bahia da Universidade Federal da Bahia, Prof. Dr. Francisco de Assis Portugal Guimarães; e o diretor da Global Participações em Energia, Juliano Souza Matos.

“Penso ser interessante saber que o livro que está sendo lançado hoje começou a ser concebido antes da minha posse: ainda não tinha vindo para Salvador e estava preparando as palavras que diria no dia 25 de março de 2011, data marcada para a minha posse, quando quis ler a Bula de Criação da Diocese para me inspirar nela. Não encontrei  o texto, mas pensei: este texto deve existir e será importante encontrá-lo para que todos o conheçam”, contou Dom Murilo.

O Arcebispo disse, ainda, que por não ter encontrado a Bula, fez contato com a Torre do Tombo, em Portugal, e teve uma surpresa: “eles não só tinham a Bula original, como me enviaram uma foto dela que agora está na obra. Assim, eu poderia contar a história de cada texto que está neste livro. Posso lhes assegurar que nada foi fácil; ao contrário: foi fruto de buscas, de pesquisas. Tive a ajuda de um grande número de pessoas, especialmente historiadores”, disse.

Dividida em três partes, a obra apresenta documentos históricos sobre a fundação da Diocese de São Salvador da Bahia, que são a Bula de Criação (Specula Militantes Ecclesiae) e a Carta de Instituição e Doação do Rei Dom João III. Na segunda parte podem ser conferidos a Bula de Elevação da Diocese a Sede Metropolitana (Inter Pastoralis officii Curas), o documento que eleva a Catedral Metropolitana à categoria de Basílica, além do Decreto que reconhece a Arquidiocese como a Sede Primacial e o seu Arcebispo como o Primaz do Brasil. “Não se vive de passado, mas o passado é referência. É importante o passado em nossas vidas e é preciso que ele seja sempre contado para que ele seja parte do presente: passado não morre, ele está sempre presente. O resultado desse trabalho é um livro que, além de belas fotografias, traz documentos preciosos e importantes para a história não só de Salvador, mas do Brasil e para a própria história da Igreja”, afirmou o Prof. Dr. Francisco Portugal.

Na terceira parte o livro apresenta apêndices sobre o significado do brasão da Arquidiocese, os bispos e arcebispos que pastorearam, desde 1551 até os dias atuais, esta porção do Povo de Deus; as datas importantes para esta Igreja Particular, como a instituição do Cabido da Sé Primacial, a chegada do padre José de Anchieta, a morte do primeiro bispo do Brasil e o primeiro conflito bélico, em terras baianas, entre cristãos católicos e cristãos reformados. Para o padre Maurício Ferreira, a obra é importante para perpetuar a história da Igreja Católica. “A memória, contudo, longe de ser um lugar físico, é espaço de construção do sujeito na relação consigo mesmo e com o meio ambiente. Podemos dizer ainda mais: a memória é também sua auto-referência em espaço e comunhão de diálogo com o Eterno”, disse.

Segundo o bispo auxiliar, Dom Hélio Pereira dos Santos, este livro é uma oportunidade para conhecer melhor a história da Igreja. “Além de ser um estímulo à leitura, este livro é para mais conhecimento sobre a nossa Arquidiocese. É um momento que toda a comunidade tem para conhecer e ter mais amor por aquilo que muitos que passaram por esta história fizeram e que muitas coisas ficam no esquecimento”, disse.

Além de ter acesso à reprodução dos documentos originais, cuidadosamente pesquisados por Dom Murilo, os leitores poderão contemplar fotografias antigas e recentes de Igrejas históricas e de detalhes contidos nos templos. “O projeto foi apresentado à Global Participações em Energia pelo próprio Dom Murilo. Nós entendemos logo no primeiro momento a importância de resgatar documentos de fundação da primeira Arquidiocese do Brasil. Nós temos uma história riquíssima e, evidentemente, que boa parte desta história é muito bem contada, reflete muito bem a história da Igreja no Brasil. Então, nós ficamos muito satisfeitos de estar participando de um projeto como esse que resgata a memória”, disse o diretor da Global, Juliano Matos.

“Toda a memória, toda situação pela qual a gente lembra e vive o passado é algo que faz com que a gente assuma a nossa identidade. Quando Cristo assumiu a história, Ele veio transformar a história humana em história da Salvação. E essa história da Igreja de Deus com os homens que acontece aqui em Salvador está sendo resgatada nestes documentos”, disse o bispo auxiliar Dom Marco Eugênio Galrão Leite de Almeida.



















































O post Documentos históricos da Arquidiocese de Salvador podem ser conferidos em livro organizado por Dom Murilo apareceu primeiro em Arquidiocese de São Salvador da Bahia.


Fonte: Noticias da Arquidiocese de Salvador

Artigos relacionados