Arquidiocese de Salvador

DNJ reuniu jovens de toda a Arquidiocese de Salvador e recordou o percurso do traslado do corpo de Santa Dulce dos Pobres

No último domingo (27), jovens de toda a Arquidiocese de Salvador comemoraram o Dia Nacional da Juventude (DNJ) com muita alegria, fé e oração. Para marcar a primeira edição do DNJ Salvador, meninos e meninas se reuniram, por volta das 10h, no Santuário Santa Dulce dos Pobres (Largo de Roma) para a Celebração Eucarística presidida pelo Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger.

No início da Missa, Dom Murilo destacou que a comemoração pelo DNJ no Santuário do Anjo Bom da Bahia era uma continuação dos festejos em homenagem a Santa Dulce dos Pobres. Na ocasião, relembrou a canonização, que aconteceu no dia 13 de outubro; a primeira Missa em solo brasileiro em ação de graças pela canonização no dia 20 de outubro e o Dia da Juventude.

Durante a homília, o Arcebispo ressaltou os feitos da Santa Dulce durante a juventude e pediu que os jovens tenham a misericórdia para que o coração de cada um possa se voltar para os mais necessitados. “Nós agradaremos a Deus quando praticarmos a justiça e quando formos misericordiosos como Ele”, disse.

Em seguida, falou sobre a persistência do apóstolo Paulo quando estava preso em Roma, já no final da vida prestes a ser condenado e pontuou o quanto Paulo era fiel a Deus e sabia que não estava sozinho. Dom Murilo pediu, ainda, para que a juventude tenha humildade para reconhecer que o Senhor fez coisas importantes, assim como Maria, mas sempre dedicou a Deus todas as suas obras.

“Um dia Irmã Dulce foi jovem, assim como os que estavam presentes na missa, ela foi sentindo as necessidades de amar mais Jesus, de respondê-lo com mais generosidade e foi sentindo os apelos que Jesus fazia através dos necessitados que colocava diante dela. Eu penso que o jovem de hoje é chamado para fazer o mesmo, colocar-se diante do Senhor e perguntar: ‘Senhor, o que queres que eu faça?’, na medida em que o jovem for dando uma resposta positiva aos apelos de Deus, será Ele a conduzi-los pelo caminho que Ele quer. O importante na vida não é ocupar um cargo importante na sociedade, na política e nem mesmo na Igreja, mas sim com humildade e simplicidade fazer a vontade de Deus a cada dia”, disse Dom Murilo.

Logo após a Celebração Eucarística, às 12h, a juventude se concentrou na frente do Santuário para seguir em direção à Basílica Santuário Nossa Senhora da Conceição da Praia (Comércio), recordando o traslado do corpo da Santa Dulce dos Pobres quando foi sepultada. A animação do percurso de 5 Km ficou por conta dos cantores Ramon Brito e Patrícia Ribeiro que, ao longo do trajeto, cantaram louvores e rezaram junto aos jovens presentes.

Padre Guttemberg Souza, assistente eclesiástico do Setor Juventude, destacou ser um momento especial, não só por ser o primeiro DNJ em Salvador, mas porque não é só mais um movimento de uma pastoral, e sim vários movimentos, expressões e diversas comunidades da Arquidiocese de Salvador. “Estamos trazendo no primeiro DNJ daqui a memória do dia do enterro de Irmã Dulce. Estamos na perspectiva da alegria porque Santa Dulce dos Pobres é brasileira e é muito próxima da gente”, destacou.

Daniel Oliveira, articulador do Setor Juventude, ressaltou que o evento é um momento para estar em comunhão com todos os jovens da Arquidiocese de Salvador para confraternizar o Dia da Juventude. “O traslado traz para nós jovens a lembrança do que Santa Dulce deixou, não só para os jovens de Salvador, mas também para todos os jovens de todo o Brasil. Essa caminhada não é nada mais do que essa recordação do que foi Santa Dulce e o quanto ela é importante para o nosso seguimento em Cristo”, disse.

Para o jovem Anderson Andrade, da Paróquia Nossa Senhora da Penha de França (Ribeira), a caminhada é importante para mostrar a força da juventude da Arquidiocese de Salvador. “Eu, como jovem, acho o evento muito importante e devemos manter essa tradição por vários anos”, enfatizou com alegria.

Já para a jovem Géssica dos Santos, não é diferente. Muito feliz por participar do DNJ, a jovem da Paróquia São Francisco de Assis (Saramandaia) destaca que vai aproveitar a celebração para fortalecer a caminhada na Igreja. “Quero fortalecer a minha fé e, como jovem, representar que a nossa Igreja vive e está cheia de jovens”.

Após percorrer os 5 Km em quase três horas de caminhada, animação e oração, a juventude chegou à Basílica Santuário Nossa Senhora da Conceição da Praia por voltas das 14h30, onde os jovens receberam a Bênção do Santíssimo Sacramento, conduzida pelo bispo auxiliar e referencial do Setor da Juventude, Dom Estevam dos Santos Silva Filho.

Texto e fotos: Emilly Lima























































































O post DNJ reuniu jovens de toda a Arquidiocese de Salvador e recordou o percurso do traslado do corpo de Santa Dulce dos Pobres apareceu primeiro em Arquidiocese de São Salvador da Bahia.


Fonte: Noticias da Arquidiocese de Salvador

Artigos relacionados