Arquidiocese de Salvador

Sacerdote para sempre: aos 75 anos de vida, Heldo Pereira recebeu a Ordenação Sacerdotal

A manhã deste dia 5 de outubro foi de grande emoção para o clero e para os fiéis da Arquidiocese de Salvador, que estiveram presentes na Catedral Basílica, localizada no Terreiro de Jesus. Pelas mãos do Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, o diácono Heldo Jorge Pereira dos Santos recebeu o segundo grau do Sacramento da Ordem, conferindo-lhe o sacerdócio.

“Eu tenho dito que se ele celebrar ao menos uma missa, já realizou plenamente o seu sacerdócio. Facilmente se pena que o sacerdócio é fazer, mas o sacerdócio exige ser de Jesus, ser do Seu Reino. Tanto assim que um padre doente e idoso que nada mais possa fazer a não ser rezar ou oferecer a sua doença, vive plenamente o seu sacerdócio. E eu tenho certeza que, além de tudo isso, o padre Heldo poderá fazer muito pela Igreja, ajudando muitos padres, colaborando em tantos trabalhos que ele tem condições de fazer. Então, eu me alegro, por que é mais um dom para a nossa Arquidiocese”, afirmou Dom Murilo.

Com o coração cheio de gratidão estavam os filhos e os netos do neo-sacerdote, bem como os paroquianos das paróquias Nossa Senhora de Brotas e Senhor Bom Jesus dos Milagres e da Igreja Nossa Senhora do Pilar e Santa Luzia, templos que marcaram a vida do novo padre. “É uma felicidade imensa, por que na verdade é um sonho dele. O homem só é completo quando realiza os seus sonhos. Esse chamado ardia no coração dele há muito tempo, eu acho que desde que ele nasceu, e hoje se realiza. Graças a Deus que ele foi abençoado de poder fazer isso e agora poderá exercer o seu ministério”, afirmou o filho do padre Heldo, Ricardo Pereira.

Na primeira parte do rito da Ordenação Presbiteral, o candidato ao sacerdócio foi apresentado ao Arcebispo pelo padre Adilton Pinto Lopes e, em seguida, Dom Murilo proferiu a homilia. Após a homilia, Heldo Jorge reafirmou o propósito de viver conforme a própria vocação, prometendo ao Arcebispo cooperação, oração, fidelidade e zelo pela unidade na Palavra, na ação e na liturgia, características do tríplice múnus de ensinar, governar e santificar. Em seguida, prostrou-se ao chão, enquanto os fiéis entoaram a Ladainha de Todos os Santos.

Já ordenado, padre Heldo recebeu a imposição das mãos do Arcebispo, dos bispos e dos padres que, em silêncio, rogaram a Deus por ele e pelo ministério que lhe foi conferido. Terminada a Prece da Ordenação, foi retirada a veste de diácono e o novo padre foi revestido com a estola sacerdotal e a casula, sinal de acolhida no presbitério e na comunidade cristã. “Hoje é a concretização de um sonho. Estou sentindo a emoção sem medição, já que a minha cardiologista me disse para não tomar nenhum remédio. Estou aqui sentido essa emoção, me colocando à serviço do Senhor e é Ele quem vai dizer para onde eu vou”, disse padre Heldo, emocionado.

Ainda seguindo o rito da Ordenação Presbiteral, Dom Murilo ungiu as mãos do padre Heldo e as envolveu com uma faixa branca, que foi desamarrada pela neta mais velha do sacerdote, Gabriela Pereira. “Sempre foi o sonho dele e a família está muito feliz. A felicidade dele é a nossa”, disse.
































































 

O post Sacerdote para sempre: aos 75 anos de vida, Heldo Pereira recebeu a Ordenação Sacerdotal apareceu primeiro em Arquidiocese de São Salvador da Bahia.


Fonte: Noticias da Arquidiocese de Salvador

Artigos relacionados