Arquidiocese de Salvador

Pascom promoveu 2° Mutirão de Comunicação da Arquidiocese de Salvador

Agentes da Pastoral da Comunicação (Pascom), seminaristas e pessoas interessadas no tema participaram, neste sábado (17), do 2° Mutirão de Comunicação da Arquidiocese de Salvador. O Muticom, como o evento é conhecido, aconteceu das 8h45 às 16h, no Centro Arquidiocesano de Pastoral da Cúria Metropolitana, localizado no Garcia.

Organizado pela Pascom Arquidiocesana, o evento teve como tema central “Ciberespaço: será a internet um território sem lei?”. A abertura foi realizada pelo Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger. “Se não houver um trabalho de consciência, as novas tecnologias poderão servir não para engrandecer e enriquecer o ser humano, mas para degradá-lo, para empobrecê-lo. Quem não percebe, por exemplo, o progressivo enfraquecimento dos relacionamentos pessoais? Olhamos a juventude e vemos que o contato é cada vez maior através de rede e não do encontro, do futebol juntos, do ir passear juntos… é tudo de uma forma virtual. Que cabeça está sendo formada?”, afirmou.

De acordo com Dom Murilo, embora a internet ofereça um imenso campo de conhecimento, ela não é capaz de oferecer valores. Além disso, é importante recordar que nada substitui o encontro pessoal, o olhar, o aperto de mão, o abraço. “A internet oferece muitos conhecimentos, muitos! Mas não oferece valores. Valores são frutos de uma aceitação, frutos de uma conquista e este é o grande desafio nosso: trabalhar para que os valores do Evangelho – verdade, justiça, honestidade, respeito ao próximo – sejam realmente defendidos e valorizados. E aí sim a mensagem cristã poderá entrar em casas onde não entraria, em corações onde não seria acolhida”, disse o Arcebispo.

Logo após a abertura, os participantes puderam acompanhar a conferência sobre o tema central, proferida pelo advogado e professor da UCSal, professor Euripedes Brito Cunha Junior. Na ocasião, o professor falou sobre o Marco Civil da Internet e sobre quais são os perigos aos quais cada pessoa está exposta nas redes sociais. Outro assunto importante abordado pelo professor foi a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). “A LGPD estabelece regras específicas para o tratamento, uso e e para a proteção da privacidade de dados pessoais coletados e gerados por aplicações e serviços de internet”, afirmou.

Em seguida, os participantes puderam acompanhar a mesa redonda “Crimes na internet”. Mediada pela advogada Taciane Barros, a mesa foi composta pelo padre Jonathan de Jesus da Silva, pelo advogado e professor Thiago Vieira e pelo jornalista Victor Lopes, que falaram sobre o assunto pelo viés eclesial, jornalístico e de acordo com as leis. Após a mesa redonda, teve início a plenária, e os participantes fizeram perguntas sobre o território cibernético.

Durante a tarde, foram oferecidas quatro oficinas e cada participante pode aprimorar os conhecimentos em cada uma delas: Fotografia, conduzida pela jornalista e fotógrafa Catiane Leandro; Texto para as redes sociais, ministrada pela jornalista Amanda Palma; Cards para as redes sociais, sob a orientação do estudante de Publicidade e Propaganda, Alessandro Servilho; e Marketing Digital, com a Irmã Gizely Pinheiro, fsp.

O segundo Mutirão de Comunicação da Arquidiocese de Salvador foi encerrado com a bênção final, pelas mãos do padre Lázaro Muniz. Confira fotos!

Fotos: Emilly Lima


















































 

O post Pascom promoveu 2° Mutirão de Comunicação da Arquidiocese de Salvador apareceu primeiro em Arquidiocese de São Salvador da Bahia.


Fonte: Noticias da Arquidiocese de Salvador

Artigos relacionados