Arquidiocese de Salvador

Nomeada por Dom Murilo, nova diretora executiva do Instituto Feminino da Bahia será apresentada no dia 1º de julho

Dra. Taciane Barros de Melo é advogada, graduada em Direito pela Universidade Católica do Salvador (2010) e  especialização em Direito Processual Civil pela Universidade Católica do Salvador (em andamento).

O Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, nomeou como nova diretora executiva do Instituto Feminino da Bahia, a advogada Taciane Barros de Melo. A apresentação da Dra. Taciane aos funcionários do Instituto acontecerá na próxima segunda-feira, dia 1º de julho. Para falar um pouco sobre esta nova missão, a Pastoral da Comunicação (Pascom) realizou uma breve entrevista com a Dra. Taciane. Confira:

Pascom – Quais serão as principais prioridades para o Instituto Feminino da Bahia a partir de agora?

Dra. Taciane – Qualquer pessoa que visitar a sede do Instituto se deparará, assim que adentrar no edifício, com a seguinte inscrição: “Aqui se quer trabalhar para a maior glória de Deus”. A obra iniciada por dona Henriqueta Martins Catharino e pelo monsenhor Flaviano Osório Pimentel, fundadores da instituição é, sobretudo, uma obra inspirada pela fé. Por isso a fé, outrora mola propulsora desta grande obra, continuará sendo o nosso ponto de partida e indicador das prioridades do Instituto Feminino da Bahia.

Guiados por essa motivação, temos como uma das prioridades a atualização da instituição, que é quase centenária, sem que ela perca a sua essência e identidade, para que continue cumprindo com a sua finalidade e os seus objetivos estatuários, permanecendo fiel às aspirações e valores dos seus fundadores.

Pascom – De que forma a nova gestão executiva pretende tornar o Instituto Feminino da Bahia mais conhecido?

Dra. Taciane – Desde a sua criação, em 5 de outubro de 1923, o Instituto sempre chamou a atenção da sociedade em razão da sua vocação à promoção da pessoa humana e da sua dignidade, inicialmente materializada na preocupação com os mais necessitados e com a mulher, sua educação, formação moral, inserção no mercado de trabalho, iniciativas consideradas pioneiras para a época. As ações realizadas pelo Instituto, em razão da sua relevância, sempre estavam na pauta dos principais jornais e até hoje a instituição é procurada por estudantes e pesquisadores para consulta a obras que integram o seu acervo.

Mas os tempos são outros e também a comunicação passou por profundas transformações a partir das novas tecnologias. Por isso, o que pretendemos agora é fazer um melhor uso dos meios de comunicação para aproximar o Instituto Feminino da Bahia do público, dar um maior destaque a importância do Instituto para a história da nossa cidade e do Estado da Bahia, além de mostrar o quanto ele ainda pode contribuir com a sociedade através das suas ações religiosas, culturais e sociais; resgatar a sua importância para a memória da nossa cidade através de iniciativas pioneiras e que se destacaram pelo impacto positivo que causaram.

Pascom – Como você enxerga esta nova missão que lhe foi confiada pelo Arcebispo?

Dra. Taciane – Correndo o risco de ser redundante, mas enxergo como uma missão! Como missão de, junto à administração da instituição e seus colaboradores, permanecer fiel à sua razão de ser.  Não é apenas um encargo, uma função.

É um grande desafio, pois se trata de uma instituição quase centenária e que sempre desempenhou um papel fundamental através das ações voltadas à promoção da assistência social, da cultura, da defesa e conservação do patrimônio histórico, artístico e religioso. Há, ainda, a grande responsabilidade de respeitar a história da Fundação, o legado dos seus fundadores, assim como o trabalho realizado por tantas pessoas que contribuíram com a condução da instituição e se dedicaram para que esta obra de serviço a Deus por meio do amor ao próximo fosse mantida por tanto tempo, alcançando inúmeras pessoas.

O post Nomeada por Dom Murilo, nova diretora executiva do Instituto Feminino da Bahia será apresentada no dia 1º de julho apareceu primeiro em Arquidiocese de São Salvador da Bahia.


Fonte: Noticias da Arquidiocese de Salvador

Artigos relacionados