Ambientes eclesiais seguros e protegidos para menores

Dom Roberto Francisco Ferreria Paz
Bispo de Campos (RJ)

 O recente Encontro sobre a proteção dos menores na Igreja, promovido em Roma, com a participação do Papa Francisco, abordou, de forma realista e preventiva, este desafio da proteção e cuidado dos menores.

Tendo três focos, ou eixos temáticos, que vão desde a responsabilidade pastoral, jurídica e canônica, vivenciando o cheiro das ovelhas feridas e assumindo a Igreja como um hospital de campanha, a necessária accountability (controle e prestação de contas à sociedade), e refletindo a transparência com procedimentos comunicativos mais ágeis e que envolvam a toda comunidade eclesial.Quer se colocar em ação a sinolidade e comunhão que leva a corresponsabilidade, envolvendo a todas as instâncias e atores, construindo ambientes seguros e protegidos para os menores.

Já o documento que apresentou a nova ratio (razão de estudos para a formação presbiteral) introduziu, com propriedade, entre os critérios finais, a temática da proteção dos menores, exigindo uma comissão presidida pelo Bispo e com a inclusão do Reitor do Seminário e outros formadores.

Este último Encontro Romano trás propostas mais abrangentes e concretas: Um Motu Proprio (instrução papal sobre o tema, contendo diretrizes, um Vade mecum da Congregação da Doutrina da Fé sobre normas jurídicas procedimentais explicitando os deveres e funções dos bispos nestes delitos, e a formação de forças tarefas [equipes de trabalho interdisciplinares]) a serviço das Conferências Episcopais e Dioceses.

Ainda, a subsecretária para a sessão dos leigos e professora de Direito Processual Canônico, a Dra. Linda Ghisoni, palestrante do Encontro, indicou como caminho de realização das propostas a formação de uma Comissão Diocesana presidida pelo Bispo da Igreja Particular, com a presença e integração de especialistas e lideranças leigas. Como podemos apreciar, a Igreja está mobilizada como um todo para dar uma resposta efetiva, promovendo uma pastoral do cuidado responsável do menor e colocando-se inequivocamente ao lado das vítimas. Deus seja louvado!

 

 

O post Ambientes eclesiais seguros e protegidos para menores apareceu primeiro em CNBB.


Fonte: Noticias da CNBB

Rede Excelsior de Comunicação

Leve a rádio sempre com você
Baixe nosso aplicativo

Some description text for this item

receba novidades por email
Assine a nossa newsletter

Some description text for this item

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.