Agosto – Mês Vocacional

Dom Carlos Romulo
Bispo de Montenegro

 

Dias atrás, alguém me perguntava: Por que, na Igreja, o mês de agosto é chamado o mês vocacional? Me interessei pelo tema o procurei descobrir a partir de quando se escolheu o mês de agosto, como mês vocacional.

A tomada de consciência da importância do chamado, da resposta vocacional, vem de longe. Que tenha se tornado um tema de reflexão eclesial, remonta o Concílio Vaticano II (1962-1965). E que se torne uma temática para toda a Igreja do Brasil, inclusive escolhendo um mês, como mês vocacional, vem da decisão da 19ª Assembleia dos Bispos do Brasil, em 1981. Aliás, também a partir daquela Assembleia se decidiu também, pela realização de um Ano Vocacional, que foi 1983.

Sobre o Ano Vocacional de 1983, quero relatar um particular. Foi na realização de Ano Vocacional, e nas programações que a Diocese de Pelotas, realizou durante aquele ano, é que passei a refletir sobre a minha vocação. Posso dizer que, o meu encontro pessoal com Deus se dá ao procurar responder ao chamado: Senhor, que queres de mim?

Bom, continuando sobre o mês vocacional, alguns elementos importantes que devem ser destacados.

O Concílio Vaticano II despertou na consciência eclesial o ‘chamado universal a santidade’. Todos os batizados são chamados a amadurecer no seguimento de Cristo e a configurar suas vidas a partir de uma opção vocacional. Portanto, não existem vocações superiores, como um destino, mas encontros profundos e personalizados com Deus, em que cada pessoa batizada procura responder comprometendo a sua vida numa opção vocacional.

No mês de agosto, se procura, em primeiro lugar, despertar a consciência vocacional, de que todos são chamados. Se todos são chamados, se procura também celebrar as diversas formas de responder ao Chamado de Deus. Por isso, a comunidade eclesial reza e agradece pela vocação sacerdotal, pela vocação à vida familiar, à vocação à vida consagrada, e a vocação a vida laical. Desta forma, se procura destacar todas as formas de se viver, em primeiro lugar a vocação batismal, configurando-a em formas específicas de consagração, ministério e serviço.

A oração pelas vocações é feita em nossas comunidades ao longo de todo o ano. No mês de agosto, somos chamados a uma tomada de consciência, como Igreja e como batizados, sobre a beleza do chamado e a riqueza de respostas generosas, que nos colocam no caminho da santidade.

Agradeçamos ao Senhor: pelo dom da vida e do ministério de todos os diáconos, padres e bispos; pela família que nos gerou e pelo testemunho de tantas famílias; pela gratuidade do Senhor ao enriquecer a Igreja com a beleza da Vida Religiosa; e pela riqueza do testemunho e pela variedade de carismas e serviços vividos pelos leigos e leigas, na comunidade e na sociedade.

Deus vos abençoe e vos guarde sempre!

 

O post Agosto – Mês Vocacional apareceu primeiro em CNBB.


Fonte: Noticias da CNBB

Rede Excelsior de Comunicação

Leve a rádio sempre com você
Baixe nosso aplicativo

Some description text for this item

receba novidades por email
Assine a nossa newsletter

Some description text for this item

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.
Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.