Após dois acidentes ocorridos em menos de um mês na travessia Mar-Grande-Salvador - um com 19 vítimas -, os deputados da bancada de oposição na Assembleia Legislativa decidiram por requerer a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), de forma a buscar respostas e soluções das autoridades envolvidas com brevidade.

De acordo com o deputado estadual, Hildécio Meireles (PMDB), a decisão se deu após se chegar ao consenso que, ‘infelizmente’, o Grupo de Trabalho instalado neste sentido na comissão de Desenvolvimento Econômico e Turismo, a qual Meireles preside, não daria o resultado que a sociedade conclama e que os usuários não podem pagar esse preço. O sistema ferry-boat também será alvo do colegiado, conforme destacou o parlamentar. 

“Afinal, mesmo após termos uma tragédia com 19 mortos tudo continuou inalterado e, por pouco, dias depois um novo acidente não aconteceu com o princípio de incêndio na  embarcação Costa do Sol 2,  o que somente reforça a necessidade de investimentos no setor  e de um olhar mais atento por parte das autoridades baianas para o setor. Por isso, vamos recolher assinaturas, de forma a tirar a CPI o quanto antes do papel”, frisou, complementando que ficou comprovado que falta preparo por parte dos tripulantes, bem como estrutura.