O dia de São Judas Tadeu, padroeiro dos funcionários públicos, será celebrado no dia 28 de outubro no único santuário dedicado a ele na Arquidiocese de Salvador. O templo, localizado na Praça Rodrigues de Menezes, s/n, Baixa de Quintas, receberá inúmeros devotos que participarão de uma programação especial.

As homenagens a São Judas Tadeu, que também foi discípulo de Jesus, terão início no dia 19 de outubro, quando terá início o novenário que seguirá até o dia 27, sempre às 19h, na Matriz. Para os festejos deste ano a comunidade escolheu como tema um trecho do Evangelho de São João: “Fazei tudo o que Ele vos disser” (Jo 2, 5).

No dia festivo (28) haverá Missas às 6h30, 8h (esta presidida pelo bispo auxiliar da Arquidiocese, Dom Marco Eugênio Galrão Leite de Almeida), 10h (pelos funcionários públicos), 12h, 14h e 16h. A Missa Solene terá início às 17h e logo após os fiéis sairão em procissão carregando as imagens de São Judas Tadeu e de Nossa Senhora Aparecida, passando pela Baixa de Quintas, Cidade Nova e retornando para o Santuário, onde haverá a bênção com o Santíssimo Sacramento.

Judas Tadeu

Judas Tadeu foi um dos 12 apóstolos de Jesus. Irmão de Tiago, filho de Alfeu (Cleófas) e de Maria de Cleófas, São Judas Tadeu nasceu em Caná, na Galiléia. Após Pentecostes, Judas Tadeu iniciou sua pregação na Galiléia e por volta do ano 50 participou do primeiro Concílio, o de Jerusalém. Evangelizou na Mesopotâmia, Síria, Armênia e Pérsia, local onde recebeu a companhia de outro apóstolo, Simão.

A pregação e o testemunho de Judas Tadeu impressionavam os pagãos, que se convertiam ao cristianismo. Por volta dos anos 70 São Judas Tadeu foi morto a golpes de cacetes, lanças e machados. Por sua total adesão a Jesus Cristo e por testemunhar a fé com a doação da própria vida, São Judas é considerado mártir.

São Judas Tadeu é também considerado o padroeiro dos funcionários públicos. É importante lembrar que São Judas Tadeu e Judas Iscariotes (aquele que traiu Jesus) não são as mesmas pessoas.

 

PASCOM ARQUIPRIMAZ