Mais de quatro horas de caminhada foi o tempo do percurso feito por centenas de milhares de baianos e turistas que participaram, no último dia 11, da tradicional quinta-feira da Lavagem do Bonfim. Nem mesmo os oito quilômetros do trajeto, percorrido todo ano, foram suficientes para tirar o ânimo da multidão, que se dirigiu à Colina Sagrada para agradecer e pedir bênçãos ao padroeiro da Bahia.

Fé, cultura e sincretismo marcaram um dos momentos mais aguardados do ciclo de festas populares de Salvador, numa tradição que já dura mais de dois séculos e reúne pessoas do mundo inteiro. O ponto de partida é o bairro do Comércio, na basílica de Nossa Senhora da Conceição da Praia, de onde sai a caminhada religiosa promovida pela Igreja do Bonfim e o cortejo das baianas responsáveis pela lavagem do adro e das escadarias da Mansão da Misericórdia, o que só aconteceu por volta das 12h45.

O evento teve início com uma alvorada de fogos, às 5h. Em seguida, foi realizado um culto inter-religioso, às 8h10, com a presença de representantes de diversos segmentos religiosos.

Além dos pedidos de paz e harmonia entre os povos, os líderes de cada religião também lembraram a importância do combate à corrupção e da responsabilidade do povo brasileiro na definição dos rumos do país, especialmente em 2018, ano eleitoral.

A Rede Excelsior de Comunicação esteve presente registrando toda a movimentação dos fiéis católicos e os detalhes que fazem da Festa do Bonfim uma das mais expressivas do planeta.

A Lavagem precede a Festa do Bonfim, que será realizada no próximo domingo (14), dia que também será iniciado com uma alvorada, às 5h. Em seguida, serão celebradas missas às 5h, 6h, 7h30min, 10h e 15h. A missa das 10h será presidida pelo Arcebispo de Salvador, Dom Murilo Krieger. Às 16h será realizada a grande procissão dos três pedidos, após concentração que sairá da Igreja dos Mares. Como acontece todo ano, após a chegada à Colina Sagrada, a procissão dará três voltas em torno da Basílica Santuário, quando as pessoas serão convidadas a fazer um pedido durante cada volta realizada.

O encerramento acontecerá com a bênção do Santíssimo Sacramento e a tradicional queima de fogos de artifício.

 

Texto: Silvana Lima