Arquidiocese de Salvador

Dom Gilson é o novo Bispo Coadjutor da Diocese de Nova Iguaçu

Em 10 de outubro de 2011, Dom Gilson Pereira Andrade tomou posse como Bispo Auxiliar na Arquidiocese de Salvador. Nomeado para o cargo em 27 de julho daquele ano, antes de se apresentar em terras baianas, ele viveu outro momento forte da sua caminhada pastoral: a ordenação episcopal, que aconteceu em 24 de setembro, na cidade de Petrópolis, no Rio de Janeiro, estado onde nasceu.

Agora, no último dia 27 de junho, Dom Gilson foi nomeado pelo Papa Francisco como Bispo Coadjutor da Diocese de Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro. O anúncio da nova nomeação foi feito pelo Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, no programa Acorda Pra Vida, que foi ao ar em 27 de junho, pela Rede Excelsior de Comunicação. Além do Arcebispo, estiveram presentes no estúdio Dom Gilson e o diretor da Rede Excelsior, padre Aderbal Galvão de Sousa.

Em nota, Dom Murilo ressaltou a importância da presença de Dom Gilson em Salvador. “Desde sua nomeação, Dom Gilson participou de nossos desafios pastorais, dando-nos um belo testemunho de amor e de fidelidade à Igreja. Seu lema episcopal – ‘Por causa da tua Palavra’ (Lc 5,5) – reflete com fidelidade o que procurou fazer entre nós. Confiando na Palavra do Senhor, lançou as redes e o resultado disso pode ser testemunhado por todos aqueles que dele se aproximaram”, escreveu Dom Murilo.

O Arcebispo agradeceu, ainda, pelo trabalho do ex-Bispo Auxiliar. “Obrigado, Dom Gilson, por sua presença entre nós ao longo de quase sete anos! Muito obrigado!”

Dom Gilson também escreveu uma mensagem à Arquidiocese de Salvador por ocasião de sua nomeação como Bispo Coadjutor de Nova Iguaçu (veja abaixo).

Para receber de volta o Bispo Coadjutor da Diocese de Nova Iguaçu à sua terra natal, bispos do Regional Leste 1 enviaram mensagem de acolhida, em vídeo, para Dom Gilson, divulgada no site da Arquidiocese de Salvador.

A Regional Leste 1 congrega todas as (Arqui) Dioceses do Estado do Rio de Janeiro, divididas em duas Províncias Eclesiásticas: de São Sebastião do Rio de Janeiro e de Niterói.

Fonte: Site da Arquidiocese de Salvador

Mensagem de Dom Gilson para a Arquidiocese de Salvador

Ao se tornar pública hoje a minha nomeação como Bispo Coadjutor da Diocese de Nova Iguaçu (RJ), o meu sentimento maior é o de gratidão a Deus que, ao me chamar ao episcopado, permitiu-me começar o exercício do ministério apostólico nesta Igreja Primaz, ao lado de Dom Murilo Krieger, dos amados irmãos bispos auxiliares, de tantos presbíteros que se tornaram verdadeiros amigos, diáconos permanentes, religiosos e religiosas, e de inúmeros irmãos e irmãs que me acolheram com caridade extrema nessas terras baianas.

Cheguei a esta Arquidiocese Primaz a 10 de outubro de 2011, confiado unicamente na Palavra do Senhor (Lc 5,5) e cheio de temor diante da missão, superior às minhas forças, de colaborar como bispo auxiliar numa realidade completamente desconhecida e nova.

Tive a graça ímpar de encontrar no Arcebispo Primaz do Brasil um pastor zeloso, cheio de sabedoria e caridade fraterna extraordinária, que, com paciência e determinação, acompanhou os meus primeiros passos no episcopado como verdadeiro pai, irmão, amigo e mestre de muitas virtudes. Quero levar pela minha vida afora seu exemplo de homem exclusivamente dedicado à Igreja.

Gratidão aos Bispos do Regional Nordeste 3 no qual, desde o ano 2012, colaboro como Secretário. Pude fazer com eles a experiência de uma verdadeira fraternidade episcopal. Sou-lhes sinceramente grato.

Gratidão a tantos colaboradores e colaboradoras que diariamente, na Residência Episcopal, na Cúria, no Seminário, no Secretariado do Regional, nas foranias, nas diversas pastorais, instituições, movimentos e grupos me apoiaram com o seu serviço dedicado e competente nos deveres do meu ministério.

Foram muitas as oportunidades de encontro com realidades muito diferentes, que, sem dúvida, marcarão para sempre a minha vida. A Juventude me acompanhou ao longo desses anos e juntos pudemos construir coisas novas e belas. Que possam nossos jovens encontrar sempre mais o espaço da escuta e da acolhida.

Volto ao Estado do Rio de Janeiro de onde vim, mas levo a Bahia no meu coração.

Rogo a Nossa Senhora da Conceição da Praia que a todos socorra em suas necessidades. Agradeço a todos e conto com suas orações.

Salvador, 27 de junho de 2018

Gilson Andrade da Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *