“O padre Édson Menezes da Silva é exemplo de um homem que tem Jesus Cristo como o centro da sua vida. Por isso, ele nos impulsiona a cada dia a caminhar com retidão”, afirmou o vereador Joceval Rodrigues (PPS), na noite de quarta-feira (18), na sessão solene de outorga da Medalha Thomé de Souza ao religioso. A entrega da honraria ocorreu na Basílica Santuário do Senhor do Bonfim e contou com a presença do presidente do Legislativo Municipal, vereador Leo Prates (DEM).

Ainda em seu discurso, Joceval Rodrigues, autor da resolução que possibilitou a condecoração, afirmou que “o homenageado é um homem de Deus que se preocupa com o próximo. Um exemplo disso é o projeto social capitaneado por ele na Colina Sagrada que beneficia 248 famílias”.

Para o presidente Leo Prates, conceder a Medalha Thomé de Souza ao padre Edson é um momento histórico para a Câmara Municipal de Salvador. “O homenageado merece essa honraria pelo bem que faz às pessoas e eu aproveito para agradecer a Deus por estar presidindo essa sessão”, frisou.

Prates também ressaltou que a concessão da honraria ao religioso é justificada “principalmente pelo seu trabalho voltado aos necessitados de Salvador e da Cidade Baixa”. 

Padre Édson Menezes da Silva, que completava 60 anos de vida no dia da entrega da honraria da Câmara, destacou o simbolismo da realização da sessão solene na Colina Sagrada.  

“Hoje, aqui, na Basílica Santuário de Senhor do Bonfim, excepcionalmente, foi instalada uma sessão solene que deveria acontecer no Paço da Câmara Municipal de Salvador. Portanto, a sede do Legislativo Municipal se instala neste momento na Colina Sagrada, sob a presidência maior do Senhor do Bonfim”, afirmou o religioso que é reitor e capelão da Basílica do Senhor do Bonfim.

O homenageado também agradeceu ao vereador Joceval Rodrigues. “No exercício da sua militância cristã política, ele (Joceval) interpretou o sentimento dos munícipes com relação a minha atuação pastoral e me agraciou com a Medalha Thomé de Souza, que é a maior honraria concedida pela Câmara Municipal de Salvador”.  

Emenda

Também presente ao evento, o vereador Alexandre Aleluia (DEM) destacou que “a Basílica do Senhor do Bonfim é um símbolo da cidade. Inclusive, após uma indicação nossa, o deputado federal José Carlos Aleluia fez uma emenda parlamentar no valor de R$ 600 mil para a reforma do altar deste local”. Segundo o vereador, o processo para a realização da obra já está em andamento”.

Católica e frequentadora assídua da Basílica do Senhor do Bonfim, Valdelice Maria dos Anjos Veinrober afirmou que o padre Édson é uma pessoa muito iluminada. “Ele também tem um exemplar trabalho social em benefício dos ambulantes e pedintes que estão no entorno desta Basílica”, acrescentou.

O vereador Téo Senna (PHS) também prestigiou a sessão solene. Participaram da mesa de trabalho o padre Maurício da Silva Ferreira, reitor da Universidade Católica de Salvador; os vereadores de Simões Filho Deni da Metalúrgica e Everton Paim (ambos do PSD) e o monsenhor Walter Pinto de Andrade, ex-reitor da Basílica Santuário do Senhor do Bonfim.

Ainda participaram da celebração Francisco José Pitanga Bastos, juiz da Devoção do Senhor do Bonfim, e Eduardo Alencar, ex-prefeito de Simões Filho, dentre outros amigos do homenageado e fiéis católicos.