Ao Vivo
 
 
Siga ao vivo

Igreja

Ataque contra ônibus de cristãos no Egito deixa pelo menos 23 mortos

Ataque contra ônibus de cristãos no Egito deixa pelo menos 23 mortos

Pelo menos 23 pessoas morreram nesta sexta-feira (27)  e 27 ficaram feridas em um ataque feito por um grupo de homens desconhecidos contra um ônibus de cristãos no povoado de Al Adua, na província de Minia, no Sul do Egito, informou à Agência EFE e o porta-voz do Ministério da Saúde egípcio, Jaled Muyahid. Entre os feridos, sete estão em estado grave, segundo uma fonte de segurança. Segundo declarou essa mesma fonte à Agência EFE, o ataque aconteceu quando o ônibus, que transportava cristãos coptas, dirigia-se ao mosteiro de São Samuel, a poucos quilômetros de Al Adua. A fonte de segurança afirmou que um número indeterminado de homens armados, que estavam em quatro veículos, rodearam o ônibus e começaram a disparar enquanto o veículo circulava por um caminho perto de Al Adua, a caminho do mosteiro.
Iniciado o período da Quaresma e da Campanha da Fraternidade 2017

Iniciado o período da Quaresma e da Campanha da Fraternidade 2017

Passado o momento de folia, a Igreja Católica agora vivencia o momento da Quaresma. Após a celebração da missa da Quarta-Feira Cinzas por Dom Murilo Krieger, realizada na Igreja de São Pedro dos Clérigos, no Centro Histórico de Salvador, oficialmente a arquidiocese passa a vivenciar o período quaresmal. Segundo a tradição, são os 40 dias nos quais Jesus Cristo passou no deserto e os quais precederam a sua Paixão e Morte. Neste mesmo período, a Igreja realiza a Campanha da Fraternidade. A CF tem o objetivo de incitar a reflexão a comunidade com algum tema social e político, e esse ano a discussão se dará em torno dos biomas brasileiros. Horas antes da celebração de Cinzas, no auditório do Centro Pastoral da Cúria Arquidiocesana, no bairro do Garcia, Dom Murilo concedeu entrevista coletiva para apresentar o tema da Campanha, escolhida após consultas entre todas as Dioceses que fazem um levantamento de problemas sociais vivenciados no Brasil. “O Brasil tem seis biomas que estão ameaçados. O que falta? Consciência da importância dos Biomas. Deus colocou esses dons a disposição não para destruirmos, mas para nos servimos desses dons e vivermos melhor e entregarmos a próxima geração uma situação melhor”, disse. O religioso também ressaltou a convocação de todos para vivenciar o período quaresmal. “Tempo de conversão, de mudança de vida. Jesus começou seu trabalho, sua missão dizendo: ‘chegou para vós o reino de Deus. Convertei-vos’. Então é mudar de vida! A Campanha da Fraternidade é uma das maneiras de se mudar. Levar em conta a esmola, a oração, o jejum, ao maior apego a Palavra de Deus, mas também a reflexão dos biomas e quer lembrar que Deus me deu essa beleza da terra e tenho que ver o que vou fazer que cresça a consciência no meio do povo”, explicou.