A Prefeitura já começou a preparar a Orla de Salvador para a alta estação, quando cresce a circulação de banhistas nas praias da cidade. Para melhor atender a moradores e turistas, órgãos municipais têm realizado uma série de ações que envolvem manutenção e requalificação de novos trechos dos quase 60 km de praias na cidade. As intervenções acontecem desde São Tomé de Paripe, no Subúrbio Ferroviário, até Ipitanga, na chamada Orla Atlântica.

O andamento dessas iniciativas foi alvo de uma vistoria que envolveu o prefeito ACM Neto e gestores municipais na manhã desta quinta-feira (23), partindo do Porto da Barra até as imediações do Clube Espanhol, em Ondina. “A intenção foi acompanhar de perto, com toda a equipe, o trabalho de manutenção da infraestrutura e serviços que está sendo realizado na orla. Faz parte da preparação da cidade para a alta estação, pois queremos que Salvador seja palco do melhor verão do Brasil”, afirmou. Segundo ACM Neto, tudo deverá ser concluído até 20 de dezembro.

Além do andamento das obras, chamou a atenção do prefeito os sinais de degradação em alguns pontos do trecho, a maioria delas provocada por vandalismo. Ele então aproveitou para fazer um apelo à população. “Precisamos que todos os cidadãos ajudem a conservar e manter todo esse trabalho que é realizado pela Prefeitura para deixar a cidade ainda mais bonita.”

Ações – Uma das novidades é a requalificação do entorno do Farol da Barra – a recomposição do gramado foi iniciada na segunda-feira (20). Além disso, será implantada nova pavimentação para acesso ao Forte de Santo Antônio, aos lados laterais e defronte ao mar. O material a ser utilizado é a pedra portuguesa, que substituirá as pedras atuais, já irregulares e de difíceis mobilidade e manutenção. Haverá, ainda, a instalação de um segundo mirante, detrás do forte, para que mais pessoas possam contemplar o mar e o pôr do sol, um dos mais belos da cidade.

O paisagismo de toda a orla também está sendo recuperado, com plantio de mudas e gramado para reposição de espécies, além de novas mudas em locais onde há necessidade de vegetação e podas em árvores e coqueiros. Desde janeiro deste ano, já foram plantadas mais de 800 mudas, incluindo coqueiros, em todas as praias. Os trechos de orla também passam por ações de manutenção de iluminação, do piso intertravado, dos balizadores e da rede de drenagem, com substituição de grelhas e limpeza. Também estão sendo feitas ações de recuperação de passeios, pisos táteis, ciclovias e demais equipamentos.

Na área de ordenamento do comércio informal, foi iniciada este mês a Operação Praia, com o intuito de fiscalizar a utilização indevida de equipamentos e o mau acondicionamento de alimentos na orla da cidade. Agentes de fiscalização e guardas civis municipais percorrem as regiões em busca de equipamentos irregulares que desorganizam a faixa de areia e oferecem risco aos frequentadores, tais como objetos cortantes, entre eles cascos de cerveja e facões.

Novos trechos de orla requalificados deverão ser entregues à população até 2018. Um deles é a recuperação da Avenida Almeida Brandão, em Plataforma/Itacaranha, cujas obras já estão em fase final. Com intervenção já iniciada, a Rua do Farol de Itapuã ganhará nova estrutura e deverá ser entregue em fevereiro do próximo ano. Em dezembro, está prevista a assinatura da ordem de serviço para início imediato da requalificação do Morro do Cristo, cujo monumento e entorno foram tombados pela Prefeitura em março deste ano.