Primeiro na Bahia, o Hospital Cárdio Pulmonar (HCP) acaba de ser acreditado pela Joint Commission International (JCI), líder mundial em certificação de organizações de saúde. Após quatro dias de intensa e rigorosa avaliação realizada por equipe multidisciplinar, o HCP conquistou o Gold Seal of Approval® (Selo de Aprovação de Ouro). A certificação atesta que os procedimentos assistenciais são realizados dentro dos melhores padrões internacionais de qualidade e segurança para pacientes e profissionais.  

O Cárdio Pulmonar passa a ser o 35º hospital acreditado pela JCI no Brasil, sendo o 4º no Norte/Nordeste, num universo de 6.761 hospitais públicos e privados existentes no país, segundo dados do Ministério da Saúde/Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES).

“Com a certificação nos padrões da JCI, o HCP se posiciona entre os melhores hospitais do mundo”, comemora a diretora superintendente do HCP, Iolanda Rocha. “Essa é uma das nossas mais importantes conquistas, o que reforça a cultura da qualidade, sempre presente em cada área do hospital”, completa, destacando que a acreditação também inclui o Centro Médico Cárdio Pulmonar.

A superintendente reforça que o Cárdio Pulmonar, inaugurado há 40 anos, sempre buscou as melhores práticas de segurança assistencial e, desde 2012, quando foi iniciada a preparação para a acreditação, investe na melhoria de processos e treinamento dos integrantes. “Decidimos buscar a certificação, consolidando a missão, visão e valores do hospital, definidos no planejamento estratégico que é revisto e atualizado anualmente”, completa.

A mais recente revisão do planejamento deu origem ao projeto de reforma e ampliação intitulado CP 200, que será concluído em 2018 e através do qual o hospital vai aumentar sua capacidade de 56 para 232 leitos. “O objetivo passou a ser o crescimento sustentado por uma metodologia que primasse pela excelência. Encontramos na Acreditação JCI o caminho para reforçar nossa visão, que é ser instituição de referência, líder no segmento de saúde de alta complexidade”, explica Iolanda Rocha.

Como define a gerente de Qualidade e Segurança, Janaína Regis, “a conquista sintetiza o trabalho desenvolvido durante cinco anos de preparação, fruto do envolvimento de todos os integrantes que abraçaram o projeto liderado pela equipe de Qualidade e Segurança”.

A gerente destaca a importância do apoio da consultoria prestada pelo Instituto de Consultoria e Gestão do Hospital Israelita Albert Einstein, de São Paulo, que foi a primeira unidade hospitalar certificada pela JCI fora dos Estados Unidos, em 1999.

O processo de acreditação do Cárdio Pulmonar exigiu investimentos em capacitação das equipes, treinamento na metodologia da acreditação JCI, revisão de processos e adequação estrutural, entre outras ações voltadas para reforçar e consolidar a cultura da qualidade e segurança.